Galeria de Fotos

Busca no site



Turma de Serviço Social promove honraria acadêmica destinada aos colaboradores da instituição. PDF Imprimir E-mail
Ter, 07 de Março de 2017 19:23

O VIII período do curso de Serviço Social da Faculdade Chrisfapi promoveu na noite desta segunda-feira, dia 06, a horaria acadêmica. A menção foi destinada aos colaboradores da instituição que contribuíram de maneira significativa para a aprendizagem e futura identidade profissional dos discentes.

O evento ocorreu na Sala de Conferência da Chrisfapi, tendo a participação da Diretora Geral Profª. Maria do Carmo, Diretora de Ensino Profª. Ivonalda Almeida, a Coordenadora do curso Profª Ana Raquel, docentes e colaboradores homenageados e alunos.

O momento foi finalizado com um coquetel para os presentes, sendo o mesmo carregado de muita alegria e emoção.
 
Fisioterapia em Ginecologia e Obstetrícia PDF Imprimir E-mail
Ter, 22 de Novembro de 2016 18:39
A Fisioterapia em ginecologia e obstetrícia, apesar de pouco conhecida, é uma especialidade de grande importância no atendimento de gestantes, pacientes com incontinência urinária, pacientes mastectomizados (retirada da mama), entre outros. A gestação é um momento importante na vida da mulher, e nessa fase pode ser beneficiada com o atendimento pré e pós-parto, no sentido de tratar alguma alteração comum durante a gravidez ou prevenir qualquer disfunção inerente à sua condição. Após o parto, objetiva-se auxiliar a mãe através de normas higiênicas, deambulação, exercícios fisioterapêuticos, cuidados com as mamas, incentivo ao aleitamento materno, orientações posturais, funções intestinais e miccionais, vida sexual, retorno às atividades físicas e de vida diária. 
 
 
Outro grande problema de saúde tratado em ginecologia e obstetrícia é a incontinência urinária. O foco do tratamento fisioterapêutico é o reforço dos músculos que compõem o assoalho pélvico através de exercícios e eletroestimulação, e a reeducação miccional, O atendimento aos pacientes que passaram por cirurgias de próstata também é realizado. Nas cirurgias de próstata podem ocorrer, como consequência, incontinência urinária, que pode ser tratada pela Fisioterapia através de técnicas onde o paciente trabalha a musculatura do assoalho pélvico e através de recursos eletroterápicos, que visam reforçar os músculos do assoalho pélvico e capacitar esse paciente a reter a urina.
 
 
Nos casos de tumor de mama, a cirurgia é algo comum. O cirurgião retira a mama ou parte dela e ainda os nódulos linfáticos, evitando que o tumor se espalhe para outras partes do corpo. Porém, ao retirar os nódulos linfáticos, a circulação linfática fica comprometida e, dessa forma, ocorrem alguns sintomas indesejáveis na paciente, como edema (inchaço) em membro superior, dor causada pelo edema, dificuldades de movimentar o membro e prejuízos na qualidade de vida. A proposta fisioterapêutica, nesses casos, é a de tratar o paciente através de técnicas de drenagem linfática, exercícios para devolver a mobilidade e reeducar a postura e orientações quanto a atividades de vida diária para as pacientes.


 
 
Fonte: http://www.pucrs.br/reabilitacao/fisio-gineco.php
 
 
Dr. Valdeci realiza palestra em alusão ao Novembro Azul PDF Imprimir E-mail
Sex, 18 de Novembro de 2016 21:25

A Faculdade Chrisfapi, através do curso de Enfermagem, promoveu na tarde de ontem, dia 17/11, na Clínica Escola Chrisfapi palestra com o convidado Dr. Valdeci José de Sousa Filho, abordando o tema: “a Saúde do homem”, sendo muito bem recebido por todos os presentes que acompanharam atentos as importantes informações colocadas durante o evento. A mesma  faz parte da campanha de conscientização realizada pela faculdade e por diversas entidades no mês de novembro, dirigida à sociedade e, em especial, aos homens, para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

 
Faculdade Chrisfapi
O caminho certo para o seu futuro! 
 
A IMPORTÂNCIA DA ELETROTERAPIA NA FISIOTERAPIA PDF Imprimir E-mail
Sex, 28 de Outubro de 2016 17:56


 
Eletroterapia é o uso de eletricidade como parte de um programa de tratamento de fisioterapia ativa. Diversas formas de eletroterapia são usadas desde os tempos da Roma antiga, e ela tem um papel bem estabelecido e de longa data na prática da fisioterapia. Os diferentes métodos de eletroterapia devem ser usados em conjunto com modalidades de tratamento de fisioterapia tais como: massagem, exercícios de amplitude de movimento e a aplicação de bolsas térmicas e compressas de gelo. O uso de eletroterapia como complemento vital à fisioterapia oferece um programa de tratamento mais benéfico e eficaz para o paciente.

Neuroestimulação elétrica transcutânea (TENS)

 

 
Massagem é uma modalidade de tratamento eficaz (procedure image by Mykola Velychko from Fotolia.com)

O TENS (do inglês “Transcutaneous electrical nerve stimulation”) é um pequeno dispositivo que é fácil para o paciente usar em casa. Ele ajuda a aliviar a dor crônica por meio da estimulação dos nervos e músculos através da pele, estimulando a produção dos analgésicos naturais do cérebro, as endorfinas. Os elétrodos podem ser colocados nos lugares em que eles são mais eficazes: diretamente sobre a área dolorida ou nervo causador do problema, ou mesmo no lado oposto do corpo. A intensidade da estimulação pode ser ajustada pelo paciente; algumas unidades possuem capacidades de frequência de 60 a 200 Hz ou estimulação de baixa frequência: menos de 10 Hz. Estudos demonstraram que a estimulação de baixa frequência pode se tornar desconfortável, mas fornece alívio mais duradouro da dor.

Ultrassom


Este método de eletroterapia alivia de maneira eficaz a dor nas articulações profundas e nos tecidos musculares. Seu calor intenso amacia e alonga o tecido conjuntivo, aumentando a mobilidade e o pleno uso das articulações. O Ultrassom é eficaz no tratamento de dor lombar crônica e recorrente, e amplitude de movimento reduzida em um segmento da espinha. Ele é mais eficaz quando usado em conjunto com um regime gradual de exercícios e alongamento dos músculos.


Efeitos colaterais e precauções

 

Efeitos colaterais são raros, mas ocasionalmente pode haver dor transitória após o uso de unidades TENS e IFC. As pás adesivas das unidades podem causar leve irritação cutânea. As pás dos elétrodos de TENS, IFC ou GS nunca devem ser colocadas sobre o coração ou sobre o marca-passo e seus elétrodos, pois isto pode causar arritmia cardíaca. Colocar as pás sobre a garganta pode causar a queda da pressão sanguínea, e colocá-las sobre um útero na gravidez pode prejudicar o feto.


Escrito por Nancy Williams | Traduzido por Diego Feijo Cabral Silva
Fonte: ehow

 
Dicas de Português: Anexo/ anexa/ em anexo PDF Imprimir E-mail
Qua, 05 de Fevereiro de 2014 14:46


Erro
: Segue anexo a carta de apresentação.
Formas corretas: Segue anexa a carta de apresentação. Segue em anexo a carta de apresentação.

Explicação: Anexo é adjetivo e deve concordar com o substantivo a que se refere, em gênero e número. A expressão em anexo é invariável. Laurinda Grion, autora de "Erros que um executivo comete ao redigir (mas não deveria cometer)" lembra que alguns estudiosos condenam o uso da expressão em anexo. Portanto, dê preferência à forma sem a preposição.

 
<< Início < Anterior 1 2 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

CHRISFAPI - Christus Faculdade do Piauí
Rua Acelino Resende, 132 Fonte dos Matos - Piripiri-Piauí
Desenvolvido por George Mendes